Vidas assume gestão do Hospital de Taió

Com o objetivo de qualificar a Saúde do município de Taió, o Vidas Instituto de Assistência à Saúde, através de sua equipe de trabalho, participou de diversas reuniões com a administração municipal e a diretoria do Hospital e Maternidade Dona Lisette.

Após um detalhado estudo, o Vidas assumiu no dia 1º de agosto a gestão do Hospital e apresentou como previsão inicial a realização de 200 cirurgias, 600 exames e 500 consultas com médicos divididos em 16 especialidades.

 

A definição do Vidas assumir o Hospital, veio ao encontro da necessidade urgente, analisada pelo governo municipal em aprimorar ainda mais, os atendimentos realizados pela entidade de Saúde, que há 53 anos é cuidado pela Comunidade Luterana de Taió.

De acordo com a direção do Vidas, o Instituto precisará de pelo menos 90 dias para poder começar a ter as novas ações implementadas.

 

O Hospital segue com o conselho sendo de propriedade da Paróquia Luterana e o Vidas trabalhará na gestão da entidade que terá a maioria dos atendimentos através do SUS. Uma das ações que o Vidas trabalhará será a regionalização do Hospital, beneficiando também as cidades vizinhas. Estudos comprovam que a microrregionalização do Hospital, aumenta o número de pessoas na cidade, gerando mais fluxo na cidade, aumentando a renda inclusive de hotéis e restaurantes como já aconteceu em outras cidades.

 

Hospital Maternidade Dona Lisette

Com 48 leitos disponíveis, o Hospital e Maternidade Dona Lisette é uma referência aos que procuram atendimento médico na microrregião de Rio do Sul, da qual Taió faz parte, destinando 80% de seus atendimentos a pacientes oriundos do Sistema Único de Saúde (SUS).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *