Semana de Saúde foca a importância de “Humanizar com amor”

Na noite do dia 3 de abril, teve inicio a 3ª Semana de Saúde do Hospital e Maternidade Oase, com o tema: HumanizaVidas: com amor”. Durante a solenidade de abertura, que aconteceu no Auditório do Vidas, e contou com a presença de autoridades locais, profissionais da área da Saúde, integrantes do Conselho Diretor e da Oaset, e também funcionários e comunidade em geral, o diretor presidente do Vidas lembrou que neste mês de abril, fazem sete anos que o Vidas assumiu junto com o Conselho Diretor, com a Oaset, o corpo clínico, colaboradores, Prefeitura de Timbó e comunidade a gestão do Hospital e Maternidade. “Foram sete anos de trabalho estratégico e seis anos desenvolvendo ações focadas na humanização e, hoje, com ótimos parceiros está sendo realizada a 3ª Semana de Saúde, ou seja este é o terceiro ano que se trabalha efetivamente a humanização com foco nos colaboradores e usuários. Foram seis anos que a nossa maior preocupação era manter o hospital aberto. E são seis anos que a Grasielen está à frente do Hospital com seu olhar feminino e especial, por isso pedimos, que os participantes desta Semana de Saúde, trazem o seu olhar como usuário para que possamos melhorar continuamente. Que está seja uma semana extremamente produtiva e que todos os temas escolhidos pelos integrantes do Grupo de Trabalho de Humanização (GTH) para está Semana façam muito sentido na vida de vocês”.

O diretor Técnico do Hospital Oase, Paolo Piermarini também deixou o seu recado em relação a 3ª Semana de Saúde: “É o terceiro ano que estamos dividindo com vocês este trabalho tão importante, cada ano trazendo mais um direcionamento contínuo do nosso objetivo maior que é o ser humano, por isso a intitulação de Humanização. Nos todos temos que fazer o nosso trabalho, ganhar o nosso sustento mas sempre com este olhar, essa marca desta administração que é buscar sempre oferecer o melhor para quem procura pelos serviços de Saúde em momento de necessidade. Porque a Saúde, não só no aspecto físico como no emocional, é sempre merecedora de toda a atenção e este trabalho que vem pelo terceiro ano consecutivo faz com que a gente não perca este foco. Temos sim que trabalhar embasados na técnica, na dedicação mas com um olhar cada vez mais humano, lembrando que do outro lado está um ser igual a nós que encontra-se em uma condição mais frágil. Que está seja uma semana que possa se desenvolver habilidades e manter o foco”.

Também deixarem suas mensagens de sucesso e realização ao evento, a presidente da Oaset, Terezinha Metzker e o presidente do Conselho Diretor, Haroldo Ritzke: “somos gratos a vocês, em especial aos funcionários do Hospital, pois tem o dom de lidar com as pessoas, e é um dom que se percebe. Continuem firmes, atendendo com amor, pois temos muito a agradecer a vocês, ao Vidas e a Grasielen que está sempre do nosso lado para conversar e sempre motiva a continuação deste trabalho que é muito importante para a nossa comunidade”.

“Sentir-se acolhido”

A secretária da Saúde Timbó, Deise Nicollete Mendes, também parabenizou o trabalho do Hospital Oase e do Vidas pela 3ª Semana de Saúde no Hospital. “Está ação tem a preocupação de discutir a importância que é o trabalho de humanização. Durante este um ano, que estou à frente da Secretaria de Saúde, tenho observado realmente a preocupação, tanto da Grasielen como do Richard, de estar preparando a cada um dos seus funcionários e colaboradores em especial, para atender bem aquele usuário ou paciente que chega até o Hospital. Assim como nós, como município também temos a preocupação da humanização, de deixar o ambiente acolhedor, bonito, oferecer um local aonde o paciente possa ser bem atendido. Sabemos que é um trabalho de construção coletiva que acontece a partir da rede de apoio do município, não só dentro do Hospital. Temos bastante preocupação em relação a este trabalho por isso também buscamos estar desenvolvendo ações de humanização dentro da Secretaria de Saúde. Obrigado a vocês pelo olhar que têm com o paciente que é uma pessoa que tem história de vida, que tem um problema e que precisa de ajuda”.

“Dedicação as pessoas”

Para fechar a solenidade de abertura o prefeito Jorge Krüger também deixou uma mensagem aos presentes. “O que nos temos de mais salutar nas nossas vidas é cuidar das pessoas. A Prefeitura de Timbó tem essa grande preocupação também com a nossa atenção básica e unidades de Saúde e sabemos o quanto é difícil, principalmente no momento em que estamos atravessando, no que tange a falta de recursos. E muito difícil fazer Saúde, sabendo que aqui na ponta tem pessoas que se dedicam, dão o seu melhor, atendem bem, com compaixão mas, para tudo precisa de recursos para que se possa aprimorar cada vez mais a Saúde, seja do município ou seja do Hospital e infelizmente não estamos tendo esse olhar dos governos do Estado e Federal que nos deixam sem repasasses por serviços prestados, isso acontece com o Hospital e também com a Secretaria de Saúde”.

Krüger também frisou que o trabalho que vem sendo feito no Hospital Oase com o apoio da comunidade tem muito a ver com o sentimento que se vivenciou na semana passada. “Estamos falando do sentimento de Páscoa, de renovação que foi pelo qual o Hospital passou nestes últimos sete anos, desde a vinda do Richard com sua equipe, com o Conselho Diretor, a Oaset e com todos que abraçaram o Hospital Oase que hoje é referência não só para o Estado de Santa Catarina, mas para o Brasil não só na forma de atender as pessoas como na questão de administração. E apesar de toda essa dificuldade de recurso, o Hospital se destaca na maneira afetiva com que ele trata à todos de forma igualitária. Parabéns por esse evento e esperamos que a gente possa vivenciar o crescimento deste Hospital cada vez melhor e com seus alicerces bem estruturados”.

 

Apresentação do GTH

“Só e possível fazer uma boa humanização dentro da instituição hospitalar quando o usuário está bem envolvido, por isso todos os participantes da Semana de Saúde receberam um cartão para deixar sugestões para que se possa continuamente melhorar o trabalho de humanização dentro do Hospital”. Com essas palavras a gestora do Hospital Oase, Grasielen Choseki iniciou a apresentação das ações que o Grupo de Trabalho de Humanização (GTH) realiza diariamente dentro do Hospital e Maternidade Oase, tanto no que tange os usuários como os colaboradores.

De acordo com Grasielen, o GTH tem como desafio qualificar o processo de trabalho e, principalmente, humanizar o cuidado em Saúde para os usuários dos serviços do Hospital e Maternidade Oase.

Segundo Grasielen, todas as atividades de humanização, em especial a Semana de Saúde, integram a cartilha de ações do GTH. “Importante frisar que o GTH é um grupo técnico organizado, de caráter educacional, cultural, científico e participante da gestão hospitalar atuando no espaço coletivo organizado, participativo e democrático, que se destina a empreender uma política institucional de humanização na assistência à Saúde intra-hospitalar, em benefício dos usuários e dos profissionais em Saúde”.

 

“Cultivando os valores humanos”

No decorrer dos trabalhos da primeira noite de evento, foi ainda ministrada a palestra, “Cultivando os valores humanos”, pelo profissional Giorgio Sinestri, que é graduado em Filosofia e Teologia, pós-graduado em Gestão de Pessoas com Especialização em Antropologia Filosófica. A palestra teve como mediador o diretor presidente do Vidas, Richard Choseki.

O palestrante através de sua apresentação tentou construir quatro passos, para que os valores humanos aconteçam. “O primeiro é a identificação do ser. Pois não se pode chegar até uma pessoa, apenas porque é o nosso trabalho, ou nossa função. Você vai chegar a alguém pelo simples fato de existir – ser um ser já é um valor, independente da raça, credo ou escolha que faz. Assim, a existência do ser é o primeiro ponto da humanidade. O segundo é o fato da gente estar voltado para um processo de reconhecer o outro como diferente, a chamada empatia. Empatia não é se colocar no lugar do outro, mas identificar que o outro é o outro, que tem gostos, visões e pensamentos diferentes. Então estar disposto a isso já é um movimento de empatia. O terceiro ponto refere-se a afetividade que é próprio da gente, pois os animais não são afetivos eles são instintivos, se aproximam por uma questão de necessidade, de identificação de grupo, nos não, nos somos afetivos e podemos escolher as pessoas com as quais queremos nos relacionar. A afetividade e um caminho de valor humano essencial para as pessoas. E o quarto e último passo é a verdade. Estamos caminhando para uma sociedade cada vez mais mentirosa, sabotamos sentimentos, realidades, mentimos em relação as coisas, camuflamos a realidade e não vivemos tão próximo da verdade. O valor humano mais forte de todos é a verdade: a verdade do ser, a verdade da identificação da diferença, a verdade do sentimento e da emoção. Então o ser, a empatia, a afetividade e a verdade são os caminhos que nos levam a nos valorizar como humanos”.

No encerramento da sua palestra, Giorgio realizou um momento de envolvimento entre todos os presentes. “Por acreditar que se aprende pela experiência, ou seja, o aprendizado não é pela fala, até porque as crianças também não aprendem pelo que escutam, mas pelo que experimentam, então foi realizado uma dança para sentir no corpo o que tinha sido acabado de escutar. Era uma música infantil, uma música que traz memórias interessantes, um ritmo bem simples, mas que mexe com a alma, com o corpo, com a alegria, cria sorriso, cria vínculo e essa era a ideia. E para poder exemplificar as colocações em relação a palestra, a dança permitiu que todos pudessem sentir o ser, criar empatia, vínculo afetivo e a verdade. Foi muito legal, pois como estava no palco tive a oportunidade de ver a verdade das pessoas”.

 

Programação

A programação do HumanizaVidas conta com oficinas internas aos colaboradores, durante o dia, e à noite são realizadas palestras gratuitas e abertas à comunidade.

Em relação às palestras a programação é a seguinte: dia 4 de abril, a partir das 19h, acontecerá apresentação do Projeto Sorriso e às 19h30min, será realizada a palestra: Cuidado Centrado na Pessoa, um dever de todos, com o MBA em Marketing, desenvolvedor de novos projetos na Consultoria e Gestão, Ensino, Telemedicina e Inovação na Sociedade Beneficente Israelita Brasileira Albert Einstein, Higor Marcelo Piceda dos Santos e terá como mediador o diretor presidente do Vidas, Richard Choseki.

No dia 5 de abril, às 19h, a comunidade local e regional é convidada a prestigiar a palestra com o tema: “Como Gerenciar a Ansiedade”, que será ministrada pela naturóloga Acupunturista com pós-graduação em Psicologia Multifocal, Suélen dos Santos Amorin. A palestra terá como mediadora a psicóloga do Hospital Oase, Elisiane G. Largura.

As palestras estão sendo realizadas junto ao Auditório do Vidas, antiga Câmara de Vereadores de Timbó.

A 3ª Semana de Saúde do Hospital e Maternidade Oase que acontece em parceria com a Secretaria de Estado da Saúde, Prefeitura de Timbó e neste ano conta com o apoio do Progrid/Viacredi, faz parte da Política Nacional de Humanização agregando uma nova cultura do Hospital Oase em Educação Permanente em Saúde.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *