Inverno e as doenças respiratórias

Quais os cuidados que é preciso ter no Inverno em relação a doenças respiratórias:

É só esfriar um pouco que os problemas respiratórios começam a aparecer. De acordo com a Organização Mundial de Saúde, um em cada sete pessoas sofre com doenças inflamatórias, alérgicas e respiratórias, que tendem a aumentar nesta época do ano. Mas o que muita gente não sabe é que gripe, rinite e outros problemas comuns – que aumentam com o frio – não são provocados por andar descalço no chão gelado ou pelo vento fresco e, sim, principalmente, por infecções virais.

O que são essas infecções e de que forma elas acontecem?

Com a chegada do clima frio, característico do Inverno, o organismo humano independente de idade, fica mais exposto as infecções virais. Para minimizar os riscos de contrair doenças virais devemos evitar frequentar ambientes fechados e com aglomeração de pessoas, aonde as contaminações ocorrem com mais facilidade.

Outro cuidado importante é manter a casa limpa e ventilada, desta forma dificultando as contaminações. Também temos que lembrar de adequar as roupas conforme se apresenta o clima. Mais frio, roupas mais quentes. Menos frio, roupas mais leves. A causa mais frequente é o choque térmico.

Queremos também destacar da importância de uma alimentação saudável, rica em verduras e frutas, em especial as cítricas.

Recomenda-se ainda manter as vacinas sempre em dia e, manter a atenção as convocações para campanhas vacinais fora do Calendário Nacional de Vacinação.

Quanto aos quadros mais frequentes, nas estatísticas encontramos uma prevalência dos quadros virais (resfriados, gripes, faringites, amigdalites, traqueobronquites, bronquites e pneumonias) podendo sempre estes quadros complicarem com infecções bacterianas oportunistas.

Diretor Técnico do Hospital e Maternidade Oase

Doutor Paolo Piermarini

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *