Atenção ao calor

No Verão, apesar de a alta temperatura proporcionar dias mais gostosos para lazer e diversão, os cuidados com o bebê devem ser redobrados. O médico pediatra e diretor Técnico do Vidas, Paolo Piermarini, esclarece algumas dúvidas com relação aos cuidados com os recém-nascidos neste período de calor intenso.

Em entrevista Piermarini explica que um dos principais cuidados com os recém-nascidos é com relação à mudança de temperatura nos ambientes. “É importante evitar o choque térmico, por exemplo se estiver muito quente ligue o ar-condicionado com o bebê já no ambiente”, aconselha o médico.

O pediatra observa ainda que para os recém-nascidos que estão se amamentando do leite materno não há necessidade de oferecer líquidos, caso seja um dia excessivamente quente pode-se oferecer um pouco de água fervida à temperatura ambiente 20 minutos após a mamada. Já na questão de roupas as mesmas devem ser adequadas à temperatura do ambiente.

De acordo com o médico pediatra, em geral neste período do ano as crianças estão suscetíveis a gastrointerites e desidratação. “No Verão é muito importante hidratar-se devido às temperaturas mais altas desse período. Lembre-se: a água é a melhor bebida para as crianças e também é necessário evitar a ingestão de sucos artificiais e refrigerantes”.

Outro quesito que precisa de atenção são as doenças de pele que costumam aparecer neste período e também é preciso ter muito cuidado com os ouvidos, devido aos banhos de mar, piscinas ou cachoeiras.

Outro cuidado importante, observa o médico pediatra, refere-se à higiene da criança, do ambiente e dos alimentos. “A lavagem das mãos antes e após o uso do banheiro e antes das refeições é uma medida que reduz muito a contaminação por vírus e bactérias. Além disso, a limpeza do ambiente, principalmente ventiladores e filtros de ar-condicionado, auxilia na prevenção de infecções e alergias respiratórias. O cuidado com a higienização dos alimentos e utensílios como mamadeiras, por meio da desinfecção com produtos adequados, é muito importante para interromper o ciclo de transmissão fecal-oral de doenças parasitárias, por exemplo”.

Neste período do ano, também é muito comum o aparecimento dos mais diversos tipos de insetos, e é necessária uma proteção constante. “Durante o Verão, pode haver aumento da proliferação de insetos vetores de doenças como Dengue, Zika e Chikungunya. Além das medidas de controle ambiental para impedir a reprodução dos mosquitos, existem técnicas de proteção mecânica como telas nas janelas e portas, ambientes fechados ao entardecer e à noite e mosquiteiro no berço. É válido proteger as crianças com roupas claras e calças compridas e aplicar repelentes adequados para a sua faixa etária”, comentam os profissionais ao recomendar que é fundamental manter o acompanhamento, das crianças, em consultas regulares com o pediatra.

 

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *